Florianópolis, 22 de fevereiro de 2018
Search
Comcap - 1-2-2018 - Gabriel Rosa

Sem receber horas extras e com caminhões sucateados, trabalhadores da Comcap entram em greve

Reportagem:

Fotos: Gabriel Luis Rosa

*matéria atualizada, às 15h25

Os servidores da Comcap iniciaram uma greve por tempo indeterminado na manhã desta quinta-feira (1). A decisão foi tomada por unanimidade em assembleia da categoria, motivada principalmente pelo não pagamento de horas extras e pela falta de caminhões para realizar o serviço da forma adequada. O trabalho foi retomado no meio da tarde após pagamento das horas extras e a garantia de frota mínima de caminhões.

Para se ter uma ideia, hoje, a Comcap dispõe de aproximadamente 60 caminhões – mas cerca de 40 estão parados sem funcionar. Como diariamente são precisos pelo menos 30 veículos para fazer a limpeza da cidade, os trabalhadores acabam tendo que esperar para iniciar o trabalho e acumulando mais horas extras que o comum.

Na última terça-feira (30), entretanto, a categoria foi surpreendida ao receber o contracheque sem as devidas horas extras. Parte da categoria recebeu uma parcela do valor, enquanto outros não tiveram contabilizados um único real no salário de janeiro, segundo informações do Sindicato dos Trabalhadores no Serviço Público de Florianópolis. Até esta quinta, o dinheiro ainda não havia chegado às mãos dos trabalhadores.

Na greve, a categoria exigiu o pagamento correto das horas extras e o número adequado de caminhões em funcionamento, garantindo a segurança dos trabalhadores e o atendimento de qualidade à população de Florianópolis.

Comcap - 1-2-2018 - Gabriel Rosa