Florianópolis, 12 de dezembro de 2017
Search
culturadeengenho1

Documentário sobre engenhos de farinha estreia no cinema do CIC

Reportagem:

 

O documentário Cultura de Engenho: patrimônio e resistência trata da experiência de famílias dedicadas à cultura de mandioca Florianópolis, Imbituba, Garopaba, entre outras comunidades que compõem a Rede Catarinense de Engenhos de Farinha.

Ganhador do Prêmio de Patrimônio Imaterial do Edital Elisabete Anderle de 2015, o filme será lançado no Centro Integrado de Cultura (CIC) nesta quinta-feira (5/10), às 16h, em exibição gratuita. O projeto é fruto de um trabalho de articulação entre cerca de 20 comunidades produtoras de farinha de mandioca iniciado em 2008, com suporte do Centro de Estudos e Promoção da Agricultura de Grupo (Cepagro). Agricultoras/es protagonistas do documentário estarão presentes e participarão de roda de conversa que também envolverá pesquisadores, representantes do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN) em Santa Catarina e do vereador Marquito (PSOL).

“Estou muito feliz de concluir essa etapa, mas há muito trabalho por vir. Esse é o fim de um ciclo pontual. Com o documentário, vamos começar uma mobilização para alcançar a ‘patrimonialização’ dos engenhos. É o início de um período de bastante trabalho”, explica a idealizadora do projeto e produtora do filme, Gabriella Pieroni.

Na ocasião será lançada a campanha #engenhoépatrimônio nas redes sociais, um slogan criado pela Rede Catarinense de Engenhos de Farinha para fortalecer a mobilização para o reconhecimento das práticas e saberes associadas aos engenhos de farinha em Santa Catarina – herança ancestral da cultura indígena e posteriormente assimilada pela imigração portuguesa, sobretudo no litoral catarinense – como patrimônio imaterial.

Cultura de Engenho: patrimônio e resistência é uma produção da Vagaluzes Filmes, dirigido por Sandra Alves. “Finalmente conseguimos realizar esse documentário com a qualidade que desejávamos. A Sandra é uma diretora de cinema reconhecida e acho que os engenhos estão bem representados na qualidade do material que produzimos”, comenta Gabriella.

A campanha #engenhoépatrimônio, cujo carro chefe será o documentário Cultura de Engenho, seguirá em caravana após a estreia na tela do cinema do CIC, com exibições programadas para as comunidades envolvidas na articulação. A rede brasileira de Slow Food tem atuado na divulgação e fortalecimento das redes de produção artesanal da farinha de mandioca. Após a estreia do filme, um café agroecológico será servido pela Rede Catarina de Slow Food.

>>> O MARUIM produziu reportagem sobre os últimos engenhos de cangalha de Florianópolis, coletando depoimentos e histórias durante a farinhada de 2016. Leia mais!

"Colocar as comunidades na telona do CIC vai ser um momento de emoção não só pra mim, mas pra todas as comunidades envolvidas nessa iniciativa", conclui a realizadora do projeto.

“Colocar as comunidades na telona do CIC vai ser um momento de emoção não só pra mim, mas pra todas as comunidades envolvidas nessa iniciativa”, conclui a realizadora do projeto.

Agende-se

O quê: lançamento do documentário Cultura de Engenho: patrimônio e resistência + debate + café agroecológico
Quando: Quinta-feira, 05 de outubro de 2017, 16h.
Onde: Centro Integrado de Cultura ( CIC)