Florianópolis, 21 de novembro de 2017
Search
Policial-prendendo

Manifestante é preso no final do terceiro ato contra o governo de Michel Temer

Reportagem:

Por volta das 22h, após o catracaço que finalizou o ato contra Michel Temer,  um participante do grupo de médicos voluntários do ato foi preso em frente ao Terminal de Integração do Centro (TICEN). Na abordagem um policial revistou a mochila do manifestante, e mesmo não encontrando algum material suspeito deu voz de prisão. No local policiais afirmaram que havia imagens do homem fazendo pichações durante o ato. O manifestante foi levado para a 5ª Delegacia de Polícia, na Trindade e após duas horas foi liberado.

De acordo com Henrique Passos, um colega do manifestante preso, o amigo havia pichado somente uma faixa com os dizeres Temer Jamais. Passos relata a abordagem dos policiais: “Viemos com calma até aqui [frente do TICEN]. Estávamos indo para casa. Sentamos aqui para comprar um pão e a polícia nos abordou. Quando ele estava comprando o policial pediu para ele abrir a mochila. Não achou nada, mesmo assim o policial chamou seu superior e levaram ele sem flagrante, sem nada”.

Outro manifestante foi levado para a 5ª DP nesta noite. Ele foi acusado de possuir artefato explosivo e continua preso.