Florianópolis, 12 de dezembro de 2017
Search

MCs expulsos da Alfândega pela PM se organizam para voltar ao local de origem

Reportagem:

Ao longo dos últimos cinco anos, o centro de Florianópolis tem sido tomado por rimas improvisadas nas noites de quinta-feira. Os encontros chegaram a reunir centenas de espectadores no Largo da Alfândega, centro da cidade. Desde o meio do ano passado, a batalha teve de sair de seu berço para se esconder na penumbra sob a ponte Colombo Salles, ao lado dos clubes de remo. Foi a alternativa encontrada após a expulsão pela Polícia Militar.
Mas os MC’s não pretendem rimar em baixo da ponte para sempre. Desde o fim do ano passado, eles vêm se articulando para retomar o espaço no centro. Em dezembro, rimaram na praça XV. Nesta semana, retornam para o Largo da Alfândega, “em uma retomada ofensiva”, como diz o evento (https://www.facebook.com/events/913818781961533/…).
Quando perguntado sobre o porquê da insistência com o local, um dos idealizadores da batalha, MC Cubano, responde fácil. “Lá é o nosso berço. E é um fluxo intenso de pessoas. É o centro, né”. A batalha desta quinta começa às 19h e a organização afirma que quanto maior a presença e a divulgação, maiores as chances de uma retomada definitiva.
Assista à reportagem do MARUIM e conheça uma parte da história do Rap de Floripa contada por seus protagonistas